fbpx FTWines Vinhos

BLOG

O que você precisa saber sobre o processo de produção do vinho


02 de Agosto de 2019
Selecionamos a o que você precisa saber sobre o processo de produção de vinhos, afinal, eis uma paixão em comum que claro, adoramos ter com você. Ótima leitura!

Muitos são os processos para chegar até a mesa um saboroso e encorpado vinho, para tanto, entender o cultivo de uvas viníferas e a fabricação dessa "bebida dos deuses" faz toda diferença para quando for degustar, apreciar esse momento como único!

Presente na cultura desde a pré-história, o vinho é produzido a partir de uma fermentação do sumo - ou suco - das uvas. Essa fermentação é conhecida como leveduras e é responsável por consumir os açúcares presentes na uva, transformando-os assim em álcool. Antigamente o processo do pequeno produtor essa pisando em uvas, porém, isso raramente acontece por conta dos processos de higienização, bem como pela escala industrial.

Levar em conta as videiras/ parreiras, qualidade do solo, bem como as condições climáticas, os métodos de cultivo, tudo deverá ser levado em consideração quando falamos na produção de vinhos. Cada casta de uva é ideal para a produção de um tipo específico de vinho, mas lembre-se que as uvas são muito sensíveis e lidar com pragas e mudanças climáticas precisa ser levado em consideração. Impactos da saúde e no meio ambiente causados pelos agrotóxicos é algo também que vem interferindo nas videiras e afetando os sabores dos vinhos, bem como espécies geneticamente modificadas.

O vinho pode ser muito benéfico para a saúde se consumido com moderação, porém, ter em mente que um bom vinho precisa passar por um processo confiável de produção, além de preferir procedência orgânica - ou o mínimo de aditivos químicos é algo que enobrece a sua bebida. O armazenamento também garante que seu sabor, bem como propriedades sejam mantidas e assim, garantem sua qualidade. Lembre-se que a maturação do vinho se inicia na garrafa de maneira gradual, assim, o vinho deixa de estar em um ambiente oxidante e passa a estar em um ambiente redutor, desenvolvendo assim um aroma envelhecido, ou terciário.

 

Por: Assessoria FT Wines Vinhos

Foto/ Créditos: iStock

Este material pode ser reproduzido, desde que citado a fonte.

VOLTAR
Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos

Seja um distribuidor